Doenças A a Z

A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z

A

Um abcesso dentário é nada mais nada menos que uma bolsa de pus provocada por uma infeção bacteriana e que pode surgir em diferentes regiões do dente.

Os abcessos cutâneos são manifestações purulentas, que surgem na pele, causadas por uma infeção bacteriana. Dolorosos ao toque podem surgir em qualquer parte do corpo.

A Síndrome de Abstinência Alcoólica caracteriza-se por um conjunto de sintomas observados em pessoas que interrompem o consumo de álcool após história de dependência. Os sintomas surgem, habitualmente, entre 48 a 96 horas após interrupção.  

Atinge cerca de 80% da população com idade compreendida entre os 12 e os 24 anos, pelo que se pode dizer que esta é a doença inflamatória da pele mais frequente em todo o mundo.

Caracterizado pela produção excessiva da hormona do crescimento (GH), este quadro clínico, que resulta na deformação dos ossos nos adultos, pode surgir ainda na infância designando-se por Gigantismo.

Caracterizada pela acumulação excessiva de ar no intestino, a Aerocolia é uma condição benigna que resulta em distensão abdominal. Em alguns casos, dada a intensidade dos sintomas, pode ser altamente incapacitante.  

A aerofagia é uma condição caracterizada pela deglutição involuntária e excessiva de ar que se acumula no estômago, dando origem a sintomas gastrointestinais desconfortáveis. A aerofagia pode ser crónica ou aguda e pode estar relacionada a fatores físicos e psicológicos.

Os termos de indigestão e dispepsia são geralmente intermutáveis e são referentes a um conjunto de sintomas do sistema digestivo superior que estão habitualmente associados à ingestão de alimentos.

A afonia, também conhecida como rouquidão ou perda de voz, é um problema que atinge qualquer pessoa. Trata-se de uma situação provocada por alterações da mucosa, de qualquer das partes da laringe, sendo as cordas vocais a zona que mais sintomatologia apresentam.

As aftas são pequenas ulcerações dolorosas que aparecem na mucosa bucal. Caracteriza-se por uma mancha esbranquiçada, redonda, com uma auréola vermelha.

O conceito de Alcoolismo como doença e não apenas vício, desenvolve-se só na segunda metade do século XIX.

O álcool é um depressor do cérebro e actua directamente em diversos órgãos, tais como o fígado, coração, vasos e na parede do estômago.

Para se fazer o diagnóstico de dependência alcoólica – alcoolismo crónico - é necessário que o utilizador tenha problemas decorrentes do uso de álcool durante 12 meses seguidos e preencher pelo menos 3 dos segu

A alergia é uma reacção do sistema imunológico a uma série de substâncias como fungos, poeira, pólen, medicamentos, pêlos de animais, produtos de limpeza, picada de insectos e vários outros.

A alergia alimentar ocorre quando o sistema imunitário (defesas do organismo) acredita que uma substância alimentar inofensiva para o organismo, é perigosa, e reage libertando histamina e outras substâncias para “combater” o “intruso”.

Trata-se da redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Afecta ambos os sexos, embora seja mais frequente nos homens.

A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras).

Infecção no intestino causada pelo parasita Entamoeba histolytica que pode ser activo (trofozoíto) ou inactivo (quistos).

A amenorreia é a ausência completa de menstruação, quer seja porque nunca tenha aparecido anteriormente (amenorreia primária), quer porque foi interrompida depois de ter aparecido (amenorreia secundária).
A amigdalite aparece geralmente como parte de uma infecção generalizada da faringe (garganta), e os sintomas mais comuns são dores de garganta, dificuldade na deglutição, febre, perda de apetite e arrepios. Os gânglios do pescoço podem aparecer inflamados e sensíveis.

A anemia caracteriza-se pela diminuição do número de células que transportam o oxigénio - glóbulos vermelhos e/ou pela diminuição duma molécula que existe no interior destas células e que é responsável pela fixação e transporte do oxigénio. Esta molécula chama-se hemoglobina.

A angina do peito, ou angina pectoris, é uma dor ou desconforto transitório localizado na região anterior do tórax, percebido como uma sensação de pressão, aperto ou queimadura.

Estruturas vasculares avermelhadas, planas ou em forma de cúpula, os angiomas são lesões benignas e não constituem motivo de preocupação.

A anorexia nervosa, também simplesmente conhecida como anorexia, é um transtorno alimentar que provoca no indivíduo tanto medo de ganhar peso e/ou gordura corporal que se limita severamente a quantidade de comida que ingere.

A apendicite é a inflamação do apêndice. O apêndice é um segmento pequeno e com forma de dedo que sobressai do intestino grosso, perto do ponto onde este se une ao intestino delgado (cego). Pode ter uma função do tipo imunológico, mas não é um órgão essencial.

A apneia resulta de uma obstrução nas vias aéreas superiores, havendo vários mecanismos inerentes ao sono que favorecem esta obstrução, designadamente oclusão esfincter velo-faríngeo.

É uma doença reumática inflamatória crónica de etiologia desconhecida. Pode surgir em qualquer idade mas é mais frequente aparecer entre os 25 e os 50 anos. O sexo feminino é mais afectado e calcula-se que cerca de 1 por cento da população sofra desta doença.

A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas que ataca o sistema respiratório, que resulta na redução ou até mesmo obstrução no fluxo de ar.

Os sintomas da epilepsia, ou dito correctamente, de uma crise epiléptica, são definidos pelos doentes como singulares impressões sensoriais. Na prática o doente exibe sintomas convulsivos, contracções musculares involuntárias e desmaios.

Aterosclerose é um termo geral que designa várias doenças nas quais se verifica espessamento e perda de elasticidade da parede arterial.