Estudos

Estudo
Portugal ocupa o quinto lugar de uma lista de 46 países, a maioria europeus, sobre o acesso a métodos contracetivos, por os disponibilizar à população mais vulnerável, ter planeamento familiar gratuito e informar sobre o assunto na Internet.
Estudo
Cientistas dizem que geraram rins de ratos em ratazanas, numa experiência cujos resultados podem ser promissores para o transplante de rins em doentes renais, foi hoje divulgado.
Estudo
Atualmente, o preservativo e a vasectomia são as únicas formas de contraceção disponíveis para o público masculino.
Estudo
A falta de algumas bactérias no intestino pode afetar o equilíbrio mental e, sobretudo, a probabilidade de sofrer de depressão, de acordo com um estudo de grande escala divulgado esta semana pela Universidade Católica de Leuven.
Estudo
Os efeitos negativos da poluição atmosférica, sonora e das grandes variações de temperatura afetam mais as populações mais vulneráveis: idosos, crianças, doentes e os mais pobres, segundo um estudo da Agência Europeia do Ambiente.
Estudo
Um grupo de investigadores portugueses identificou um mecanismo que leva a um comportamento mais agressivo das células tumorais relacionadas com o cancro do estômago, revelou um dos cientistas envolvidos no trabalho.
Estudo
Um estudo que avaliou a qualidade das refeições em escolas de Santarém e Alpiarça apontou a necessidade de reduzir o sal, oferecer quantidades “mais adequadas” de proteína e hidratos de carbono e ajustar as porções às idades dos alunos.
Estudo
A administração a crianças de vacinas pneumocócicas, que previnem doenças como a pneumonia e a meningite, tem um possível "efeito indireto" na redução do número de idosos com pneumonia pneumocócica, conclui um estudo.
Estudo
Quase metade dos estudantes universitários de Coimbra que participaram num inquérito sobre dádiva de sangue afirmam que não dão sangue "por medo", revela um estudo da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
Estudo
Um estudo publicado na revista "Nature" revelou que a genética determina se existe ou não a capacidade de os indivíduos se levantarem cedo e serem mais produtivos durante o dia, o que poderá reduzir o risco de sofrer de esquizofrenia e depressão face aos notívagos.

Páginas