Estudos

Equipa de cientistas da Universidade do Massachusetts
Pela primeira vez, uma equipa de cientistas conseguiu silenciar um dos três cromossomas 21, que é responsável pela síndrome de Down. Este resultado poderá ajudar a desenvolver novos tratamentos.
Estudo revela:
A aspirina e outros anti-inflamatórios não esteróides reduzem de forma significativa o risco de cancro, revelam os resultados de um estudo do Centro de Evolução e Cancro da Universidade da Califórnia, nos EUA.
Estudo revela
A falta de células imunitárias chamadas macrófagos, no sistema reprodutivo feminino, pode ser a causa de infertilidade em algumas mulheres, indica um estudo divulgado na Austrália.
Estudo conclui
As crianças que durante a semana não conseguem manter uma rotina, que passe por irem para a cama sempre às mesmas horas, poderão ficar com o cérebro afectado, nomeadamente com maior dificuldade em assimilar as novas informações.
Combinado com vida saudável
Um estudo holandês sugere que sete ou mais horas de sono por dia podem trazer benefícios para o coração quando combinadas com um estilo de vida saudável.
Investigadores canadianos conseguiram:
Um grupo de investigadores conseguiu reverter pela primeira vez a doença de Alzheimer. As conclusões do estudo foram agora publicadas no jornal científico Annals of Neurology.
Universidade de Aveiro cria:
Investigadores da Universidade de Aveiro desenvolveram um novo dispositivo, 100 mil vezes mais pequeno que um milímetro, aplicável à nanomedicina, que poderá ser usado na destruição selectiva de células tumorais.
Estudo publicado revela:
Investigadores australianos garantiram estar perto de descobrir uma vacina contra a malária. A investigação demonstrou que o tratamento protegeu ratos contra várias estirpes da doença.
Descoberto por cientistas australianos
Um grupo de cientistas australianos fez uma importante descoberta na luta contra as infecções hospitalares ao observar a propagação das bactérias através dos biofilmes viscosos que se formam nos implantes médicos.
Estudo conclui
Limitar o consumo de carnes vermelhas contribui para a prevenção da diabetes tipo 2, concluiu um estudo realizado por investigadores da Universidade de Singapura.

Páginas