Saúde Infantil

Centro de Estudos Sociais
O Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra lidera um projeto europeu de promoção, sensibilização e envolvimento dos homens na paternidade e no cuidado, com um financiamento de mais de meio milhão de euros.
Relatório revela
O risco de ter um filho com paralisia cerebral é “muito superior” nas mães acima dos 39 anos e nos bebés prematuros, ainda que a incidência da paralisia tenha reduzido em Portugal na última década.
Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental
Os cuidados de pedopsiquiatria em Portugal estão muito abaixo dos países europeus por falta de investimento governamental, denunciou hoje o vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental.
Eurostat
Portugal apresentou, em 2017, a menor percentagem de crianças até aos 16 anos em bom ou muito bom estado de saúde (90,2%) da União Europeia, sendo a média dos 28 de 95,6%, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.
Após tentativa de rapto
O Hospital de São João, no Porto, de onde no sábado uma mulher tentou raptar um recém-nascido, garantiu hoje que todas as crianças internadas no Serviço de Obstetrícia têm uma pulseira eletrónica “permanentemente ativa”.
No Porto
O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde e o Centro Hospitalar São João, no Porto, estão a desenvolver um projeto que visa otimizar o prognóstico e o tratamento de tumores cerebrais pediátricos através de “imunoterapias dirigidas”.
Estudo
Um estudo que avaliou a qualidade das refeições em escolas de Santarém e Alpiarça apontou a necessidade de reduzir o sal, oferecer quantidades “mais adequadas” de proteína e hidratos de carbono e ajustar as porções às idades dos alunos.
Estudo
A administração a crianças de vacinas pneumocócicas, que previnem doenças como a pneumonia e a meningite, tem um possível "efeito indireto" na redução do número de idosos com pneumonia pneumocócica, conclui um estudo.
Deco
Treze dos 19 batons para criança à venda no mercado e analisados pela Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor têm ingredientes em quantidades acima dos limites de segurança, segundo um estudo hoje divulgado.
Estudo
A quimioterapia e a radiação são tratamentos eficazes contra o cancro, pois conseguem eliminar células em rápida divisão, incluindo células tumorais. Mas para as crianças – cujos corpos ainda estão em crescimento – esses tratamentos podem causar danos ao longo da vida. Esta é uma questão particularmente importante para crianças com cancro cerebral, pelo que os investigadores estão a trabalhar arduamente de forma a encontrar tratamentos que reduzam os efeitos secundários sem perderem a sua eficácia.

Páginas