Saiba como evitar

Cãibras musculares

Atualizado: 
12/02/2016 - 16:53
Uma cãibra muscular acontece numa área do corpo contraída involuntariamente e pode surgir sem aviso prévio, levando a uma interrupção de um treino ou exercício físico, independentemente do seu grau de intensidade.

As cãibras são contracções involuntárias e dolorosos do tecido muscular. Podem ocorrer em múltiplas e variadas zonas do corpo humano, seja nos braços, pernas, pés, abdómen, etc. e acontecem, porque as fibras musculares se contraem produzindo uma tensão, juntamente com uma sensação de opressão e irritabilidade.

A duração de um episódio vai, em média, de poucos segundos a +/-15 minutos, embora possam ter uma duração superior. É comum que o episódio se repita várias vezes durante o dia, ou mesmo enquanto dorme, principalmente após ter praticado exercício físico.

As cãibras musculares causam dor, muitas vezes severa e podem estar associadas a inflamação impedindo a utilização do músculo afectado. No momento da contracção, o indivíduo pode sentir como se tivesse um nó ou nódulo no músculo e sentir forte dor.

As causas mais frequentes das cãibras são a má circulação (com falta de oxigénio no tecido muscular), falta de hidratação, carência de vitaminas e/ou minerais e prática de exercício físico forçado ou sem prévio aquecimento.

Como evitar cãibras musculares
Existem alguns “truques” que pode adoptar para evitar o aparecimento das cãibras. Um dos mais importantes é a manter-se hidratado, já que a desidratação é a principal causa da ocorrência de cãibras musculares.

Deve ter em atenção também a alimentação e a falta de sódio e de potássio, minerais essenciais para as evitar. É sabido que a banana é uma boa fonte de potássio, pelo que se comer uma banana antes de praticar exercício físico, pode ser uma forma de prevenir o aparecimento destas contracções.

Deve, igualmente, consumir alimentos ricos em vitaminas e minerais, como as vitaminas A, D e E e minerais como magnésio e zinco, que além de prevenirem as cãibras musculares, podem ajudar a aliviar a dor. A deficiência de vitaminas pode levar directa ou indirectamente a cãibras musculares, nomeadamente a carência de vitaminas do grupo B, como por exemplo, B1, B5 e B6.

Realizar exercícios pilométricos (consistem na rápida desaceleração e aceleração dos músculos que criam um ciclo de alongamento e contracção) para melhorar a coordenação neuromuscular, uma vez que ajudam a evitar que os músculos se cansem. Realize os exercícios pelo menos duas vezes por semana. Importante lembrar que a realização de exercício físico deve começar com um aquecimento prévio e terminar com exercícios de relaxamento. Este “ritual” mantém as cãibras afastadas.

A maioria das cãibras pode ser reduzida ou eliminada se alongar o músculo. Também pode massajar suavemente o músculo, para ajudá-lo a relaxar. Muitas vezes, é conveniente aplicar calor com uma almofada de aquecimento ou um banho quente.

O tratamento das cãibras que estão associadas a condições médicas específicas, em geral, concentra-se no tratamento da condição subjacente; por isso os medicamentos adicionais específicos podem ser usados para tratar as cãibras musculares em algumas destas situações.

Fonte: 
saudedicas.com.br
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico e/ou Farmacêutico.
Foto: 
ShutterStock