Nutrição

O que comer para perder a barriga

Podemos afirmar que a barriga é o “Calcanhar de Aquiles” para a generalidade das mulheres. Perder aquele volume abdominal a mais é, não só benéfico para a nossa saúde, como também melhora o nosso sentido estético a vários níveis. A especialista em nutrição, Graciela Moreira, enumerou algumas dicas a ter em conta para eliminar essa barriguita a mais.

Em primeiro lugar, devemos diferenciar o tipo de estômago que temos, o aparecimento de uma barriguita a mais, nem sempre se deve ao excesso de peso ou obesidade. O estilo de vida e a alimentação que levamos são dois fatores fundamentais para esse controlo.

O que é a barriga inchada?

É a barriga que surge após as refeições, não devido ao excesso de peso, mas a diferentes causas como:

  1. Intolerâncias (lactose, glúten)
  2. Consumo de vegetais crus ou crucíferos (couves)
  3. Bebidas com gás
  4. Muita fibra
  5. Pastilhas elásticas
  6. Comer à pressa

Dicas:

  • Se a barriga inchada tem sido uma constante no seu dia-a-dia, comece por identificar se tem alguma intolerância alimentar e se for o caso, exclua-a de imediato da sua dieta.
  • Recomenda-se o consumo de legumes cozidos, no entanto, elimine as couves e os repolhos.
  • Deixe de consumir bebidas gaseificadas que, além de serem ricas em açúcar, provocam flatulência.
  • Controle o consumo da fibra na sua dieta, evite a pele dos vegetais e das frutas.
  • Não mastigue pastilhas elásticas.
  • Coma devagar e desfrute das refeições com calma.

O que é a barriga localizada pelo aumento da gordura visceral?

É a barriga que surge pela acumulação de gordura devido ao excesso de peso, geralmente na região abdominal. Não só é um problema estético, como também um problema de saúde que pode originar situações mais graves como obesidade, diabetes ou hipertensão.

Uma forma de verificarmos se temos gordura localizada na região abdominal é através da medição da região abdominal. Os valores normais são:

  • Mulheres > 82 cm
  • Homens > 95 cm

Dicas:

  • Elimine os hidratos de carbono refinados (doces, açúcar, doces e salgados em geral)
  • Gorduras inferiores da dieta (evite alimentos fritos, carnes gordas, salsichas)
  • Coma mais proteína (acelera o metabolismo e ajuda a queimar mais calorias)
  • Beba muitos líquidos durante o dia (evite refrigerantes doces e carbonatados – como as águas gaseificadas- e sumos de frutas)
  • Elimine o álcool (rico em calorias sem nutrientes)
  • Distribua os alimentos em 4 ou 5 refeições por dia (ajuda a controlar o apetite)
  • Realize atividade física regularmente

O que é a Barriga residual?

É o resultado da perda de muitos quilos (30kg ou mais). Há um excesso de pele residual que fica descaída na parte inferior do abdómen. É muito importante fazer atividade física com exercícios de tonificação, o principal conselho é fazê-los desde o início da dieta. Por vezes é muito difícil eliminar este tipo de gordura, geralmente é recomendado a intervenção estética para melhorá-lo.

O que é a barriga do estomago?

A barriga do estomago é um inchaço mais proeminente na parte mais alta do abdómen. O sedentarismo, a má alimentação e comer fora de horas favorecem o seu aparecimento. Esta causa não está apenas relacionada à alimentação, mas também aos níveis de stress, pois aumenta a produção de cortisol (hormona) responsável pela acumulação de gordura abdominal. O stress provoca insónias e dormir menos, favorece o aumento desta hormona e a acumulação de gorduras.

Dicas:

  • Reduza o nível de stress tanto quanto possível
  • Faça uma dieta de baixas calorias
  • Faça 4/5 refeições ao longo do dia
  • Evite petiscar
  • Consuma alimentos anti-inflamatórios ricos em ômega 3, como salmão, nozes ou azeite, que ajudam a reduzir a produção de cortisol
  • Evite o café
  • Realize atividades físicas relaxantes, como ioga ou tai chi, em vez de exercícios aeróbicos.

Se o objetivo de 2019 é perder de vez essa barriga indesejada, evite os excessos de qualquer maneira. Mantenha sempre uma dieta saudável e equilibrada, faça exercício físico regular e, se mesmo assim, não consegue atingir as suas metas, aconselhamos que consulte um especialista para perda de peso.

Graciela Moreira - Especialista em nutrição e cozinha do PronoKal Group
Fonte: 
Sustainable Society
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
ShutterStock