Cuidados com a criança diabética

Mãe Pâncreas e as Épocas Festivas

Atualizado: 
12/12/2018 - 12:52
Os dias festivos são sempre uma preocupação para nós, cuidadores de crianças com Diabetes Tipo 1. Nos primeiros tempos estas ocasiões causam-nos medo, preocupação, muitas dúvidas e muita insegurança.

Perguntamo-nos se devemos ceder, experienciar, ou ser rígidos e matemáticos a rigor… Por um lado a felicidade dos nossos doces nesses dias de brincadeira e doçuras, por outro a tristeza e a frustração deles e o nosso medo de arriscar e de as coisas correrem menos bem depois… O que decidir? Como gerir estes momentos? Estas emoções?

Com a quadra que se aproxima, a do Natal em família, as mesas repletas de muita comida e como é óbvio alguns doces tradicionais típicos desta época, não poderá ser impossível para estas crianças se deliciarem como qualquer um de nós!

Um dos erros que tento não cometer com o meu filho nesta condição dele é a proibição, pois sei que será muito mais difícil tanto na aceitação desta doença como na gestão da mesma, se tal acontecer!

Tento sempre ter cuidado, fazer contagens o mais correto que conseguir, administrar insulina e deixá-lo saborear o que pretender.

Como é óbvio dias festivos não são diários e se nesses dias não conseguirmos o controlo mais perfeito ou ideal, nos dias seguintes tudo será reposto no seu devido lugar! Posso mesmo dizer que para mim, nesta experiência que tenho tido de anos anteriores, tem sido mais fácil cada ano que passa essa gestão, pois vamos aprendendo também de uns anos para os outros.

As épocas festivas em família e esta época festiva em especial não deve ser vista como uma dificuldade acrescida nesta doença, mas sim uma oportunidade de as crianças perceberem que afinal também podem comer se for bem gerido, com calma e muito amor!

Quer um chocolate? Tentar que não o coma sempre, fora de uma refeição, comer à sobremesa, por exemplo, tentando controlar os Hidratos de Carbono, a gordura… e passado algum tempo ir vigiando e corrigindo se for necessário!

Todas as crianças merecem viver este dia em tranquilidade e alegria! Os Diabéticos Tipo 1 não podem ser diferentes, não se aborreçam ou stressem por causa de um pico que neste dia ocorreu, pois mesmo em dias normais tal acontece e nada tem a ver com o fator “comida“… não é?

Um feliz Natal a todos os pais e mães pâncreas e a todos os docinhos!

Raquel Valente «mãe pâncreas» - Associação Diabético Feira - FPAD
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
Pixabay