Doença de Alzheimer

Associação trabalha com foco na Pessoa e não na doença

Reabilitar, Prevenir, Desmistificar são as palavras-chave utilizadas pela recém-criada Associação Reabilitar Alzheimer que está a dar os primeiros passos para ajudar doentes e famílias ou cuidadores a lidar com as doenças neuro-degenerativas, em particular, a doença de Alzheimer.

Esta Associação intervém de forma a dar uma resposta centrada nas necessidades da pessoa doente e dos seus cuidadores, com total respeito pela individualidade. A avaliação das necessidades da pessoa é muito importante no desenvolvimento de um plano de intervenção pela nossa equipa multidisciplinar, de forma a perceber-se e identificar as alterações funcionais para podermos definir a intervenção e a intensidade que deve ser colocada durante os tratamentos.

Os anos de experiência dos elementos que constituem o núcleo duro da Associação, uma equipa multidisciplinar que trabalha em áreas como a reabilitação psicomotora, psicologia, ciências da educação, gerontologia e animação social, levaram à criação deste projeto e à abertura de um espaço para receberem quem procura os seus serviços.

A equipa trabalha numa perspetiva de tentar prevenir a doença e os seus efeitos a médio e longo prazo, com um "método muito próprio'', cujo "enfoque está apenas na pessoa e no seu bem­ estar", revela Tiago Jorge, um dos colaboradores. ''Aqui focamo-nos nas pessoas e não na doença, através de um trabalho sério, humanizado e realizado da forma mais natural possível'', sublinha.

Um dos técnicos frisa que "trabalhar com eles terapeuticamente as suas limitações associadas às capacidades cognitivas dos mesmos através de pequenos grupos ou individualmente, prestando também serviços a outras instituições", que necessitem de ajuda nesta área. Esta equipa refere que "não trabalhamos com exercícios padronizados, nós próprios criamos os nossos exercícios, tentando sempre encontrar o ponto de estimulação de cada pessoa em cada exercício, indo também ao encontro dos gostos dos doentes, para que a motivação seja ainda maior e fazendo com que adiram de forma quase inconsciente'', explica Carolina Anjos, uma das técnicas do grupo. Assim, no espaço da Reabilitar' Alzheimer é possível encontrar as respostas terapêuticas de reabilitação neuropsicológica (quer cm grupo como individualmente); reabilitação psicomotora; consulta do cuidador; arteterapia; musicoterapia; relaxamento terapêutico; terapias no domicílio e no exterior; bem como apoio a entidades com pessoas com a doença de Alzheimer. "O que procuramos é realizar com elas fazer um trabalho preventiva e reabilitativo", sublinha Tiago Jorge, garantindo que, para esta equipa é preferível "ter sucesso com poucas pessoas, do que ter um grupo muito grande e não conseguir ajudar cada elemento". Da experiência que vão tendo, os técnicos admitem que, embora não se consiga parar a doença, há possibilidades de abrandá-la, quer a nível cognitivo como também físico, já que trabalham "a pessoa como um todo", salienta Henrique Caetano.

Há casos de pessoas que acompanham há vários anos e nos quais notam "uma evolução mais lenta da doença. ''Nós somos prolongadores da autonomia destas pessoas e que este acompanhamento seja feito de uma forma mais personalizada", nota a equipa.

A Associação trabalha, também, com as famílias e cuidadores, no sentido de lhes dar ferramentas, e, até, prepará-los para se tomarem "em mais um técnico", mostrando-lhes "como devem ser encaradas estas terapias e de como devem ser recebidas". Ali, os familiares encontram verdadeiros "amigos", que ajudam noutras vertentes como o encaminhamento para médicos especialistas, centros de dia e, em última análise, para lares residenciais. "O apoio que damos não é só terapêutico mas também preparamos a pessoa (e as famílias) para que esta tenha armas para combater a doença", conclui a equipa. A Associação está disponível através dos contactos tele­ fónicos 915541017/915540994; na Internet em www.reabilitaralzheimer.pt, no Facebook e pelo e-mail [email protected]. com ou no próprio espaço, na rua Canos dos Amores, na Urbanização da Quinta das Lágrimas, loja 2, sector A, Coimbra, funcionando durante todo o dia.

Fonte: 
Associação Reabilitar Alzheimer
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.