ShutterStock

Cuidados a ter
A doença periodontal é, a seguir à cárie dentária, a patologia oral que mais afeta os portugueses. Entre os principais fatores...
Cobertura global
Um manifesto europeu defende a criação de metas de vacinação para a Europa, recomendando uma taxa de 95% da vacina contra o sarampo até 2020, numa altura em que a OMS alerta para o aumento do número de casos.
Opinião
Hoje assinalamos o Dia Europeu dos Direitos dos Doentes. Esta celebração é um bom momento para refletir sobre os desafios...
10% das crianças já são obesas aos 4 anos
Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que envolveu mais de cinco mil crianças da Área Metropolitana do Porto, concluiu que a obesidade infantil em Portugal “continua a aumentar”.
Oncologia Pediátrica
O Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, avançou hoje à Lusa que as crianças internadas em contentores serão transferidas para o edifício principal no próximo mês de junho.
Estudo
Um estudo realizado por estudantes da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) concluiu que a maioria dos estudantes universitários acredita que o seu estado de saúde está relacionado com os alimentos que ingere.
Vacinómetro faz 10 anos
De acordo com os dados finais da época de vacinação contra a gripe, no último ano, mais pessoas foram vacinadas. No entanto, segundo os especialistas os números podem melhorar.
Menos de 40% dos hipertensos estão controlados
A Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) associa-se pelo segundo ano consecutivo, ao maior registo mundial de hipertensão arterial (HTA). O objetivo do May Measurement Month (MMM – Maio, o mês da medição) é continuar a sensibilizar a população para a necessidade de medir a sua pressão arterial numa iniciativa apoiada pela World Hypertension League (WHL).
Conceitos básicos e úteis
Trata-se de uma doença hereditária, pouco comum, que se carateriza pela deficiência ou ausência de produção de um factor de...
Vendidos através da internet
A Autoridade do Medicamento alertou hoje os consumidores que os produtos Gold Max Blue e Gold Max Pink, para tratamento de disfunção erétil, são ilegais por não estar garantida a segurança e eficácia.

Páginas