Opinião

Homeopatia pode ser solução para a ansiedade e perturbações do sono no regresso ao trabalho

Atualizado: 
17/09/2020 - 15:28
A ansiedade é um problema de saúde atualmente muito comum. Mais de um quinto dos portugueses sofre de uma perturbação psiquiátrica (22,9%). Entre as perturbações psiquiátricas, as perturbações de ansiedade são as que apresentam uma prevalência mais elevada (16,5%).

Setembro é, por excelência, o mês da rentrée. Alguns estudos mostram que entre um 25 e um 30% dos trabalhadores vão sofrer da síndrome pós ferias

Mesmo em período de pandemia como o que atravessamos, e após os meses de confinamento, são muitas as pessoas que se veem a regressar ao trabalho e o facto de voltar à rotina e aos horários, de viajar de transportes públicos ou de voltar a ter de partilhar espaço com outras pessoas no escritório pode aumentar os estados de ansiedade.

Mais frequente em mulheres que em homens, estas pessoas vão queixar-se de cansaço, dores musculares, alterações do sono e apetite, falta de motivação, tristeza e irritabilidade entre outros sintomas.

Este processo de adaptação a nova rotina pode ser mais complicado e acabar em ansiedade generalizada ou depressão, afetando assim a nível anímico.

Existem diferentes medidas não farmacológicas e farmacológicas úteis para aliviar a ansiedade, entre elas a Homeopatia. Podemos, então, recorrer a uma terapia como a homeopatia com medicamentos seguros e eficazes para qualquer idade, tanto para nós como para os nossos filhos.

São úteis no tratamento da ansiedade, ajudando o indivíduo a enfrentar o stress de forma natural, sem afetar o seu dia-a-dia.

Devido a mudança no estilo de vida e ter de retomar horários habituais, diferentes aos das ferias pode ser frequente alguma dificuldade em adormecer que altere o nosso descanso, insónias causadas por pensamentos negativos ou difíceis de controlar,

Medicamentos como PasiffloraCoffeaGelsemiumIgnatia ou Argentum nitricum, podem ser uteis para retomar um padrão normal de sono.

As duas principais vantagens dos medicamentos homeopáticos em doentes com problemas de ansiedade são a sua segurança e eficácia, isto porque:

  • Atuam eficazmente sobre a ansiedade e os transtornos de sono associados. O indivíduo sente alívio dos sintomas a nível psíquico (distúrbios do sono, irritabilidade), físico (dor de cabeça, problemas digestivos, contraturas musculares, palpitações, cansaço persistente) e comportamental (hiperatividade, falta de concentração, baixa autoestima, consumo excessivo de substâncias nocivas, como café, tabaco, álcool), facilitando uma terapia mais global e personalizada. Nux vómica, Ignatia amara, Aconitum napellus, Calcarea carbónica, Lycopodium clavatum, são alguns exemplos. 
  • Apresentam tolerabilidade e ausência de dependência. Não foram descritos efeitos secundários relevantes associados à sua ingestão, assim como distúrbios gastrointestinais, reações de fotossensibilidade, redução da lividez, boca seca, entre outros. Portanto, é possível tomar medicamentos homeopáticos durante um largo período e interromper a sua toma sem sofrer qualquer efeito secundário ou dependência. 
  • Compatibilidade farmacêutica. Nos casos em que existe dificuldade ou negação do uso de psicofármacos por parte do doente, os medicamentos homeopáticos surgem também como um complemento, reduzindo a necessidade de prescrição de ansiolíticos ou o aumento da dose de psicotrópicos, minimizando possíveis efeitos secundários. 
  • Não causam sonolência. Poder estudar, trabalhar e manter o ritmo de vida. Os medicamentos homeopáticos não afetam a memória ou a capacidade de concentração. 
  • Não afetam a coordenação. É possível conduzir e trabalhar com equipamentos que requerem atenção especial, uma vez que não influenciam os reflexos. 
  • Seguros para doentes de risco, como idosos, pessoas com insuficiência respiratória, doentes com insuficiência renal ou hepática, doentes polimedicados, grávidas e lactantes.

Contudo, intervir precocemente é fundamental, isto é, assim que identificamos alguns sinais ou sintomas físicos ou surgem preocupações e pensamentos negativos. Praticar atividade física, adotar uma alimentação equilibrada, melhorar a qualidade do sono e manter uma atitude positiva perante a vida são algumas medidas simples, mas que podem ajudar a regular os níveis de stress e reduzir a ansiedade.

Autor: 
Cristina Casaseca-Aliste Mostaza
Especialista em Medicina Geral e Familiar
Diploma de Terapêutica Homeopática
Professora do Centro de Educação e Desenvolvimento da Homeopatia CEDH

Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
Pixabay