Entrevista a uma cliente de Medical Coaching

O Medical Coaching «ajudou-me a encontrar alternativas prazerosas aos momentos de tristeza»

Maggie João entrevistou uma pessoa que já recorreu ao Medical Coaching para perceber melhor os benefícios que obteve e as suas recomendações. Por motivos de confidencialidade o seu nome foi alterado nesta entrevista.

O Medical Coaching é uma especialização de coaching focada em ajudar pessoas que estão a passar por um processo médico, quer por serem pacientes, quer por serem cuidadores. Este acompanhamento customizado e dedicado colmata não só o isolamento e a solidão que muitos sentem, como também gera ferramentas e recursos que vão ajudá-los a sentirem-se mais inteiros e completos e a (re)criarem o seu eu, tendo em conta o contexto em que vivem.

Poucos são os coaches que se dedicam a esta área do Medical Coaching e o nosso país não é exceção, com apenas dois medical coaches credenciados nessa área.

CF, uma lutadora de 58 anos, Mulher com M, foi submetida a uma mastectomia radical modificada bilateral nos últimos anos e mais recentemente foi diagnosticada com cancro da tiroide, tendo o mesmo já sido extraído cirurgicamente.

MJ: Como é que o Medical Coaching a ajudou?

CF: Ajudou-me a encontrar alternativas prazerosas aos momentos de tristeza; a criar novas rotinas.

MJ: De que forma o Medical Coaching a ajudou a conhecer-se melhor?

CF: Ajudou-me a descobrir competências internas/pessoais para ultrapassar adversidades.

MJ: O que mais relevante lhe ficou do programa de Medical Coaching que fez?

CF: O reencontro com a alegria; o impulso para o movimento em vez da estagnação; o reforço da resiliência.

MJ: O que mais contribuiu para os resultados que alcançou?

CF: A capacidade de compreensão da situação/do sentimento por parte da Medical Coach e a proposta e realização de “exercícios” que permitiram desmontar a sua origem e criar opções alternativas de ação.

MJ: O que acha fundamental para se estabelecer uma boa relação entre cliente e Medical Coach?

CF: Empatia entre as partes; percepção correta dos sentimentos resultantes da doença; entendimento; clareza na linguagem.

MJ: Em que medida recomendaria Medical Coaching a pessoas a passar por um processo médico idêntico ao seu?

CF: Recomendaria Medical Coaching para construção de estratégias para superar a tristeza, o desânimo - sem negação, antes com integração.

MJ: Se pudesse resumir numa palavra o que adquiriu ao longo da sua caminhada no processo de Medical Coaching, qual seria?

CF: Consciência (da capacidade de refocar)

Maggie João - Medical Coaching
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
Pixabay