Notícias

26 de julho - Dia Mundial dos Avós
Celebra-se no próximo dia 26 de julho o Dia dos Avós. Num país onde o índice de envelhecimento atingiu, em 2016, o valor mais elevado de sempre (148,7%) e as Doenças Cardiovasculares estão na linha da frente, como as principais causas de morte, é evidente a necessidade de cuidar daqueles que, com o avançar dos tempos, se tornam mais suscetíveis a estas patologias.
Cancro de cabeça e pescoço
No dia 27 de julho assinala-se o 3º Dia Mundial de Cancro de Cabeça e Pescoço, uma iniciativa da Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço, que em Portugal é liderada pelo Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço com a campanha de sensibilização “Agir com Cabeça”.
No Porto
O Instituto Português de Oncologia do Porto promove, quinta-feira, um rastreio gratuito de cabeça e pescoço, lançando ao mesmo tempo ações de informação, sensibilização e alerta para a importância da prevenção e diagnóstico precoce deste tipo de cancro.
ONG
Duas organizações não governamentais alertaram hoje que vários médicos norte-americanos continuam a fazer cirurgias desnecessárias que podem provocar danos permanentes em crianças intersexuais.
Governo
A Associação Nacional de Municípios Portugueses pronunciou-se hoje contra o diploma do Governo que visa regular o horário de funcionamento das farmácias.
Governo
As farmácias que estão abertas 24 horas por dia devem passar a contar para os turnos das farmácias em serviço permanente, segundo um projeto do Governo.
Tribunal Europeu dos Direitos do Homem
O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou Portugal por discriminação sexual, após o Supremo Tribunal Administrativo baixar a indemnização a uma mulher vítima de negligência médica numa cirurgia ginecológica, que afetou a sua vida sexual.
Diário da República
O diploma que regula a conservação e destruição de embriões, espermatozoides e ovócitos entra em vigor na quarta-feira, tendo sido hoje publicado em Diário da República.
ANF e Ministério da Saúde
A Associação Nacional de Farmácias e o Ministério da Saúde estão a preparar um projeto para entregar medicamentos aos doentes no período noturno e em situações de urgência sem que os utentes tenham de fazer deslocações.
Conferência conclui
Portugal foi pioneiro em garantir o acesso aos medicamentos para todos os doentes. No entanto, para controlar a infeção, é essencial prevenir, diagnosticar precocemente, garantir que as pessoas diagnosticadas acedem rapidamente aos cuidados de saúde e ao tratamento. Importa fazer este caminho desde a primeira hora.

Páginas