Dia Mundial da Higiene das Mãos

Lavar as mãos diminui o risco de contágio

Atualizado: 
03/05/2019 - 15:31
Hoje celebra-se o dia Mundial da Higiene das Mãos, um dia instituído em 2005 e que conta já com a participação de 130 países membros da Organização Mundial de Saúde. Alertar para os riscos de transmissão de infeções e incentivar à higienização correta das mãos é o objetivo das campanhas desenvolvidas em todo o mundo.

Pode parecer um gesto banal, que vamos repetindo ao longo do dia, mas lavar as mãos é a forma mais básica, barata e eficiente de controlar infeções.

Na realidade, o simples ato de lavarmos as mãos reduz em 40 por cento a incidência de infeções responsáveis por diarreias, gripe, doenças de pele e erupções, dores de garganta, entre outras afeções.

Por isso, e pela importância que este ato representa também no meio hospitalar, foi instituído, pela Organização Mundial de Saúde, este dia.

De acordo com Didier Pittet, diretor do Programa de Controlo de Infeções, do Hospital Universitário de Genebra, “todos os anos estas infeções afetam centenas de milhões de doentes em todo o mundo”.

“Através da higienização das mãos, os prestadores de cuidados de saúde podem ajudar na prevenção destas doenças e contribuir para a redução do seu impacto a nível global”, acrescenta.

O contato é a via de transmissão mais comum de germes através das mãos, e embora a maioria dos germes seja inofensiva, outros há que não o são. É, por isso, importante que se proteja e que proteja quem o rodeia.

E porque as boas práticas se devem incutir cedo, é de igual importância que as crianças também conheçam os benefícios e importância da lavagem correta das mãos.

Ensiná-los, desde sempre, que este gesto deve fazer parte da nossa rotina é meio caminho andado para as manter longe de alguns riscos.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a correta higienização das mãos deve demorar entre 40 e 60 segundos. O mesmo que demora a cantar “parabéns a você” duas vezes seguidas.

Um procedimento que, tal como explica a Associação Nacional de Controlo da Infeção, deve realizar sempre:

  • Antes de comer ou manusear alimentos
  • Após ter utilizado a casa de banho
  • Após tossir, espirrar ou assoar o nariz
  • Após tocar em animais ou seus dejetos
  • Após manusear resíduos
  • Após mudar fraldas
  • Antes e após tocar em doentes ou feridas
  • Antes e após ir de visita a uma enfermaria

Como lavar corretamente as mãos

  1. Molhe as mãos
  2. Aplique na palma da mão a quantidade suficiente de sabonete líquido para cobrir todas as superfícies das mãos
  3. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando entre si
  4. Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda, entrelaçando os dedos. Repita o procedimento no lado oposto
  5. Entrelace os dedos e friccione os espaços interdigitais
  6. Esfregue o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta, segurando os dedos, com movimento “vai-vem”
  7. Esfregue o polegar esquerdo com a ajuda da palma da mão direita utilizando um movimento circular. Repita no lado oposto
  8. Friccione as polpas digitais e unhas contra a palma da mão fazendo um movimento circular
  9. Enxague bem as mãos com água
  10. Seque as mãos com uma toalha (de preferência papel descartável)
Sofia Esteves dos Santos
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
ShutterStock