1º Congresso Nacional sobre Disfagia

Javascript is required to view this map.
Fundação Dr. António Cupertino de Miranda
Av. da Boavista, 4245 4100-140 Porto
Portugal
41° 9' 54.4212" N, 8° 40' 23.4048" W

O 1º Congresso Nacional de Disfagia, terá lugar na Fundação Dr António Cupertino de Miranda, nos dias 13 e 14 de dezembro de 2018, e tem como objectivo Incentivar a apresentação e discussão de diferentes temáticas relacionadas com a Disfagia – estado da arte da disfagia em Portugal, da avaliação à intervenção, por diferentes profissionais que usualmente fazem parte das equipas de apoio a esta patologia.

Público Alvo: Profissionais de Saúde, Doentes, Familiares e Cuidadores

Irão discutir-se temas como: 

  • Integração Sensorial (Método Castillo Morales) - Workshop
  • O uso da Válvula de Fala de Deglutição em pacientes utilizadores ou não de Ventilação Mecânica - Workshop
  • Videoendoscopia da deglutição (VED) - Workshop
  • Avaliação Clínica (Ensino/fundamentação) - workshop 
  • Estado da Arte da Disfagia na Europa
  • Avaliação e Intervenção na Disfagia - Realidade hospitalar
  • Desafios em Oncologia
  • Reabilitação da Disfagia
  • Disfagia Pediátrica e Geriátrica
  • Intervenção em UCI

Submissão de trabalhos - até 15 de setembro 

Inscrições antecipadas - até 1 de setembro 

Inscrições tardias - até 12 de dezembro 

Poderá consultar toda a informação disponível aqui: https://congresso-disfagia.eventqualia.net/

13/12/2018 a 14/12/2018 (ended)
País: 

INFORMAÇÕES ESSENCIAIS COMPATÍVEIS COM RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO NOME DO MEDICAMENTO: Microlax, 450 mg/5 ml + 45 mg/5 ml, Solução rectal e Microlax, 270 mg/3 ml + 27 mg/3 ml, Solução rectalCOMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: Composição por microclister: Citrato de sódio: 450 mg ou 270 mg; Laurilsulfoacetato de sódio 45 mg ou 27 mg. Excipiente q.b.p.: 5 ml ou 3 ml. FORMA FARMACÊUTICA: Solução rectal (enema). A solução é viscosa, incolor e contém pequenas bolhas de ar incorporadas. INFORMAÇÕES CLÍNICAS – Indicações terapêuticas: Tratamento sintomático da obstipação rectal ou recto-sigmoideia; Encopresis; Obstipação durante a gravidez, obstipação associada ao parto e cirurgia (uso pré e pós­operatório); Preparação do recto e sigmóide para exames endoscópicos. Posologia e modo de administração: Adultos e crianças de idade superior a 3 anos: Administrar o conteúdo de uma bisnaga por dia. Na obstipação marcada pode vir a ser necessária a aplicação do conteúdo de duas bisnagas. Crianças até 3 anos: Na maioria dos casos é suficiente uma bisnaga de Microlax a 270 mg/3 ml + 27 mg/3 ml. Modo e via de administração: 1. Retirar a tampa da cânula (Microlax a 270 mg/3 ml + 27 mg/3 ml) ou quebrar o selo da cânula (Microlax a 450 mg/5 ml + 45 mg/5 ml). 2. Comprimir ligeiramente a bisnaga até aparecer uma gota na extremidade da cânula. 3.Introduzir a cânula no recto. 4.Comprimir completamente a bisnaga. 5.Retirar a cânula, mantendo a bisnaga comprimida. Contra-indicações:Hipersensibilidade às substâncias activas ou a qualquer dos excipientes. Advertências e precauções especiais de utilização: Recomenda-se evitar a utilização de Microlax no caso de pressão hemorroidária, fissuras anais ou rectais e colites hemorrágicas. Interacções medicamentosas e outras formas de interacção: Não foram realizados estudos de interacção. Efeitos indesejáveis: Doenças gastrointestinais: Frequência desconhecida (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis): Como em relação a todos os medicamentos do género, um uso prolongado pode originar sensação de ardor na região anal e excepcionalmente rectites congestivas. DATA DA REVISÃO DO TEXTO: Janeiro de 2009. Para mais informações deverá contactar o titular de Autorização de Introdução no Mercado. Medicamento não Sujeito a Receita Médica.