Conteúdo Patrocinado

Spirulina protege os músculos e aumenta a resistência física

Atualizado: 
26/03/2021 - 10:09
Quer fazer exercício sem danificar músculos? Estudos indicam que a Spirulina aumenta a força e a resistência muscular, graças ao seu alto teor de proteínas e aminoácidos essenciais, necessários para o crescimento muscular.

É incrível como uma microalga tem tanto poder. Diversos estudos indicam que a Spirulina pode aumentar a resistência isométrica muscular e melhorar a performance física. De acordo com especialistas, este fenómeno dá-se devido ao impulso do óxido nítrico fornecido por esta cianobactéria.

A isometria muscular é utilizada para aumentar a resistência física e desenvolver a musculatura de determinados grupos musculares. É uma técnica com eficiência comprovada, quer para desenvolvimento muscular, quer para perda de massa gorda.

A Spirulina é, igualmente, uma excelente fonte de ferro, necessário para o transporte de oxigénio e produção de energia nos músculos. Deve, contudo, ter-se em atenção que o excesso de ferro constitui uma ameaça para a saúde, tanto quanto a anemia, que acontece quando há défice de ferro.

Desempenho

Para comprovar o desempenho físico, investigadores gregos levaram a cabo um estudo que visou examinar, precisamente o efeito da suplementação com esta microalga num grupo de adultos que praticam exercício regular.

Neste estudo participaram nove homens que regularmente faziam treinos moderados. Durante quatro semanas tomaram Spirulina e durante esse período foi medido o desempenho de cada um durante o exercício, o quociente respiratório e foram recolhidas amostras de sangue.

Verificou-se que o tempo para atingirem o cansaço depois de uma corrida de 2 horas, foi significativamente maior após a suplementação de spirulina. A ingestão de spirulina diminuiu, significativamente, a taxa de oxidação dos hidratos de carbono.

Lesões musculares

Um estudo desenvolvido por pesquisadores chineses avaliou os efeitos da suplementação de Spirulina na prevenção de lesões músculo-esqueléticas e os resultados foram surpreendentes.

Neste estudo participaram 16 estudantes que não praticavam desporto e que começaram a tomar Spirulina platensis durante três semanas. Observou-se que estes jovens fizeram exercício até à exaustão sem sofrerem lesões musculares, graças aos

benefícios antioxidantes desencadeados pelos componentes nutricionais da microalga, controlando-se assim a produção excessiva de radicais livres.

De acordo com os investigadores deste estudo, o polissacarídeo da Spirulina é um dos principais componentes anti fadiga bioativo e pode prolongar o tempo de duração do exercício de resistência.

Para ter uma maior performance física, aumentar a resistência, efeitos antioxidantes e proteção do sistema imunitário, sugerimos os suplementos Suta Spirulina Technology.

https://sutacosmetic.com/categoria-produto/suplementos/

Autor: 
SUTA Cosmetic
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
Pixabay