Saúde Periodontal

Doença das gengivas: a doença silenciosa que é fácil de prevenir

Atualizado: 
13/05/2019 - 12:49
As patologias periodontais, vulgarmente conhecidas como doença das gengivas, afetam 35% da população global e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 50% dos adultos.

Estas doenças são mais do que doenças dos dentes, são doenças das pessoas que se não forem diagnosticadas e tratadas atempadamente para além de poderem levar à perda de vários dentes podem constituir um fator de risco para muitas doenças, tais como, as doenças cardiovasculares ou a diabetes. O corpo humano é um todo e por esse motivo torna-se claro que uma doença que afete a cavidade oral possa ter repercussões noutros sistemas, e vice-versa.

Recentemente, estudos têm vindo a sugerir uma relação entre as patologias periodontais e a doença de Alzheimer, isto porque as bactérias da patologia periodontal podem entrar na corrente sanguínea e desta forma poderão ser levadas até outras partes do corpo, tal como o tecido cerebral desencadeando uma resposta do sistema imune, tal como acontece na boca, e isso originaria morte das células cerebrais.

A patologia periodontal está dividida em dois grandes grupos: a gengivite e a periodontite. As doenças periodontais sendo doenças silenciosas só podem ser detetadas precocemente através de testes específicos. Por esse motivo, as visitas regulares ao médico dentista ou ao higienista oral são uma grande vantagem.

Sendo, a placa bacteriana, a principal causa da patologia periodontal é lícito que a principal solução seja uma higiene oral eficaz. Uma técnica de escovagem correta e adaptada às necessidades de cada pessoa, as características da própria escova, a utilização do fio dentário e do escovilhão para espaços interdentários mais apertados ou largos, respetivamente, são fatores importantes a ter em consideração para manter uma boa saúde e também para controlar alguma patologia periodontal já estabelecida. As pastas de dentes podem conter substâncias com diversas funções tais como plantas medicinais que ajudam a combater o sangramento das gengivas. O bicarbonato de sódio, por exemplo, elimina a placa bacteriana e reduz o sangramento sem atividade antimicrobiana. No entanto, cada vez mais se sabe que as medidas de higiene poderão não ser suficientes para o controlo e prevenção da doença. A suscetibilidade de cada pessoa para a doença deve ser corretamente avaliada d forma a se ajustar uma medida preventiva que poderá passar por correção de hábitos, alimentação, reequilíbrio emocional, controlo de doenças sistémicas, etc. 

A ozonoterapia tem vindo a ganhar destaque no tratamento das patologias periodontais. A utilização do ozono para fins medicinais aplica-se desde o fim do século passado e surge agora como uma forma de tratamento e controlo da gengivite e periodontite. O ozono apresenta funções biológicas como a síntese de interleucinas, leucotrienos e prostaglandinas que vão reduzir a inflamação e promover a cicatrização, além disso promove um aumento do potencial de regeneração dos tecidos. As propriedades do ozono são extremamente importantes, entre elas: a sua capacidade antimicrobiana, imunoestimuladora, anti-inflamatória e anti-hipóxica.

É importante perceber que as gengivas inflamadas não são normais. Não há nenhum tecido vivo orgânico que seja normal sangrar e estar aumentado de volume e, por isso, ninguém tem tendência para sangrar das gengivas. Se as suas gengivas sangram com facilidade, saiba que é possível e fácil reverter esse processo, atuando de uma forma integrativa a fim de prevenir o aparecimento de complicações mais graves.

Ontem dia 12 de Maio, celebrou-se o Dia Europeu da Saúde Periodontal, este ano sob a epígrafe “gengivas saudáveis, sorriso bonito”, cujo objetivo é consciencializar a população para a importância de manter uma boa saúde periodontal.

Autor: 
Daniela Rato - Higienista Oral Clínicas Viver
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
Pixabay