Conteúdo Patrocinado

Coenzima Q10: Para um corpo protegido e cheio de energia!

Atualizado: 
18/06/2021 - 15:12
A Coenzima Q10 é um composto natural semelhante a uma vitamina que auxilia o organismo em diversas funções.

Atua como antioxidante (combate os radicais livres), participa na produção de energia celular e pode auxiliar na prevenção de algumas patologias.

A coenzima Q10 está envolvida na:

  • Produção e renovação da energia celular;
  • Proteção celular contra agressões de radicais livres (pela ação antioxidante)

É sintetizada pelo nosso corpo até aos 20-30 anos, sendo que após esta faixa etária a produção endógena tende a diminuir devido ao processo natural de envelhecimento.

Além de ser produzida pelo organismo, pode ser obtida através da ingestão de alimentos, tais como: frutas e legumes (verdes – espinafres, brócolos, abacate), carne (vísceras), peixe (sardinha, arenque, salmão), amendoim, nozes, soja (óleo de soja, grão).

Devemos privilegiar sempre a alimentação, no entanto como a absorção de coenzima Q10 não é elevada, a toma de suplementação adequada e consciente pode fazer a diferença na saúde e bem-estar!

Algumas indicações:

  • Fornece energia (fadiga, fraqueza);
  • Aumento da capacidade de esforço (atletas /desportistas)
  • A coenzima Q10 ajuda a melhorar o desempenho, diminuindo o stress oxidativo nas células e melhorando as funções mitocondriais. Além disso, a suplementação com coQ10 pode ajudar a aumentar a potência durante o exercício e reduzir a fadiga, o que pode melhorar o desempenho do exercício.
  • Ação na prevenção / diminuição de lesões;
  • No envelhecimento, a coenzima Q10, também tem demonstrado ser bastante importante.

Pele (e outras estruturas)

A coQ10 sendo um antioxidante presente nas células protege as estruturas (como a pele, espermatozoides, DNA) de danos oxidativos.

A coQ10 também pode ser aplicada diretamente na pele (creme) ajudando a reduzir os danos oxidativos causados pelos raios UV e até diminuir a profundidade das rugas.

Outras patologias:

Vários estudos mostram que os níveis de coQ10 são significativamente baixos em pessoas com patologias especificas. De destacar as patologias cardíacas:

Foi sugerido que a síntese limitada de coenzima Q10 pode desempenhar um papel efetivo na etiologia da doença cardíaca e a sua suplementação torna-se eficaz na miocardiopatia e insuficiência cardíaca.

Estudos indicam que o tratamento com coQ10 ajuda a restaurar níveis ótimos de produção de energia, reduzir danos oxidativos e melhorar a função cardíaca, o que pode auxiliar no tratamento de insuficiência cardíaca.

A suplementação de coenzima Q10 é bastante segura e não compromete a produção endógena.

Principais indicações:

  • Fadiga e cansaço
  • Aumento do rendimento (atletas/desportistas)
  • Protetor cardiovascular

Autor: 
SUTA Cosmetic
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
ShutterStock