Mitos e realidades

Violação

Este tipo de violência praticada contra as mulheres esclarecida em factos.

 

Mito
Não é possível que isto me tenha acontecido.

Realidade
Todas as mulheres são potenciais vítimas de violação, qualquer que seja a etnia, idade, classe social, religião, profissão, educação ou aspecto físico.

 

Mito
A maioria das violações resulta de um impulso súbito de um estranho, num qualquer beco.

Realidade
A violação ocorre muitas vezes na casa da vítima. O agressor pode ser um familiar, um amigo, um vizinho ou conhecido da vítima. A maior parte dos violadores actuam de forma repetida, na mesma área e do mesmo modo.

Mito
A violação é fundamentalmente um crime sexual.

Realidade
A violação é um crime, em que se viola a integridade física e psicológica da pessoa, pondo em causa o sentido de segurança e o controlo da própria vida.

Mito
As mulheres desejam secretamente ser violadas.

Realidade
As mulheres, assim como qualquer pessoa, não desejam ser vítimas de ataques violentos, muitas vezes brutais, aterrorizantes e humilhantes.

Mito
É fácil identificar um violador no meio da multidão.

Realidade
A maioria dos violadores tem uma aparência perfeitamente normal. Na generalidade, são casados e jovens, embora possam ser de qualquer idade. Podem pertencer a qualquer etnia ou classe socioeconómica.

Mito
A maior parte das violações são inter-raciais.

Realidade
A esmagadora maioria das violações (mais de nove em cada dez situações) envolve pessoas da mesma etnia.

Mito
A violação é um crime não violento.

Realidade
A violação é um crime violento. 87% dos violadores utilizam armas ou ameaçam a vítima de violência ou morte.

Mito
A violação acontece apenas a mulheres jovens.

Realidade
O leque de mulheres que são violadas vai desde os quatro meses de idade até aos noventa e dois anos. A violação é um acto de força, para o qual todas as mulheres devem estar preparadas.

Mito
As mulheres “estão a pedi-las”, pela forma como se vestem e pelas suas atitudes.

Realidade
A violação é da responsabilidade do violador e não da vítima.

Mito
Não é possível violar um adulto sem que este o permita.

Realidade
É possível violar uma pessoa adulta contra a vontade. O medo da morte, a ameaça de violência ou a força física podem levar à imobilização.

Mito
Não há maneira de uma pessoa se proteger contra a violção.

Realidade
É possível reduzir o risco de outro ataque, aumentando a consciência, a sensibilidade e a segurança das pessoas.

Fonte: 
DGS
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico e/ou Farmacêutico.
Foto: 
ShutterStock