Dia Mundial da Voz 2017

"Partilha a tua Voz”

Celebra-se hoje, mais uma vez, o Dia Mundial da Voz neste ano subordinado ao lema "Share your Voice".

Na voz do povo é comum ouvirmos " a voz é o espelho da alma" em muitas situações das nossas vidas. É mesmo assim! Mas se (ou)virmos melhor, a voz não reflete só a alma...

Numa voz sabemos não só da sua mente e do seu coração, mas também  do corpo de onde ela sai. Voz de mulher ou de homem, de menino ou de menina, mais leve nos anos ou mais carregada na idade, se fresca se cansada, diz-nos do sono ou da preguiça e também da energia que transporta. A frescura ou o cansaço, a alegria e a tristeza, o embargo do choro e a explosão do riso, a voz tem mesmo muitas vezes um sorriso na cara.  

Através da voz percebemos portanto que emoções e sentimentos ela traz, quais os seus estados físicos e psicológicos, as características únicas de personalidade e também os traços de família...a nossa identidade.

- Oh, ao ouvir-te agora parece que estou a falar com o teu pai!

- A tua mãe tem uma voz tão bonita como a tua!

Sabemos da terra de onde essa voz vem, se é do estrangeiro ou não, antevemos o meio social e a sua educação, com maior certeza ou algumas dúvidas ajuizamos sempre e de forma mais ou menos (in)consciente, sobre essa pessoa, sobre essa voz!

A voz humana tem essa múltipla e fantástica dimensão, a de um fenómeno físico num nível fisiológico e acústico, e a dimensão cognitiva e psicológica, e ambas em conjunto introduzem e sustentam a interação verbal e assim uma dimensão social, a da comunicação humana.

A voz nessa sua dupla dimensão física e mental é a resultante de um "gesto" de enorme complexidade e que resulta de uma tão fina, tão rápida e tão precisa coordenação de tantas estruturas do nosso corpo. No cérebro, a origem, é nele que se formula a mensagem a partir de uma intenção comunicativa, de um estado mental e emocional. É o cérebro que dá as ordens, transmite os comandos através do sistema nervoso, que chegam assim aos músculos respiratórios, aos da laringe, língua e lábios que vão concretizar a mensagem falada.

A voz torna-se assim uma sucessão encadeada de ondas sonoras que resultam da passagem do ar, saído dos pulmões com uma dada pressão, pelas cordas vocais situadas na laringe. Essa vibração das cordas vocais, a voz propriamente dita, ressoa nas cavidades que estão situadas acima da laringe, a boca e a cavidade nasal, e que vão assumindo em fracções de segundo, diferentes configurações, por vezes com maior abertura, outras quase encerradas, ora estreitadas ou mais largas, instantaneamente modificando-se e adaptando-se ao significado e intensidade da expressão, numa sucessão de sons da fala que vamos perceber como palavras e frases. A voz falada.

A voz cantada é essa forma de expressão artística que enche as nossas vidas de sentido e sentimento, acompanhando-nos nos bons e maus momentos. Pensemos como em todas as culturas e com os seus cantos, as pessoas e as comunidades expressam e vivem a sua identidade e história, pessoal e colectiva.

Falando da fala e da voz, da sua importância central para a qualidade da nossa vida, algumas palavras para dizer que temos de ter cuidados com a nossa voz, a voz também é saúde.  Atenção portanto aos sinais que a nossa voz dá, sobretudo a rouquidão. Fale da sua voz junto do seu médico, ao médico otorrinolaringologista ou ao terapeuta da fala, profissionais de saúde que o podem ajudar a cuidar da sua voz.

Sobre o Dia Mundial da Voz pode obter mais informação sobre o evento e o que acontece hoje em todo o mundo em http://2017.world-voice-day.org/

 

António Carvalhal - Terapeuta da Fala Clínica Europa Carcavelos
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro, Farmacêutico e/ou Nutricionista.
Foto: 
World Voice Day