Cuidados a ter

Medicamentos em viagem

Quando viaja deve tomar algumas precauções em relação aos medicamentos a utilizar, as causas prováveis do país para onde se desloca e os contactos a que deve recorrer em caso de doença.
Medicamentos viagem

Quando vai viajar, tenha em atenção o seguinte:

- Antes de partir em viagem, faça uma lista de todos os medicamentos de que precisa, incluindo o nome do seu médico e da farmácia onde habitualmente os costuma adquirir;

- Arrume os seus medicamentos, numa bolsa à parte. Leve consigo uma cópia das receitas médicas ou uma declaração do médico que descreva os medicamentos que habitualmente utiliza;

- Leve sempre uma quantidade superior à necessária para a estadia, pois podem surgir imprevistos;

- Nunca deixe medicamentos no carro, onde o calor pode alterar o medicamento;

- Alguns medicamentos podem causar fotossensibilidade ou aumentar a sensibilidade à luz. Verifique com o seu médico ou farmacêutico se pode expor-se ao sol ou quais as precauções adicionais a ter;

- Quando visitar países estrangeiros, fale com o seu médico ou farmacêutico para verificar a necessidade de cuidados especiais, como vacinas, repelentes ou outros medicamentos que deve levar. Tenha atenção à composição dos medicamentos caso os adquira no país de destino, pois o mesmo nome nem sempre significa a mesma composição;

- Não se esqueça dos fusos horários. Se necessário, mantenha um relógio com a hora do seu local de partida, para que possa controlar os intervalos das tomas dos medicamentos;

- Se vai andar de avião, guarde os seus medicamentos na bagagem de mão, de modo a que consiga aceder-lhes durante o voo. Desta forma, evita a exposição dos medicamentos às temperaturas extremas do porão de carga. Esta opção também será útil em caso de extravio de bagagem. Contudo, atendendo a que existem restrições para o transporte de líquidos nos aviões, no caso de transportar este tipo de medicamentos ou medicamentos injectáveis, deverá contactar o Instituto Nacional de Aviação Civil.

Fonte: 
Infarmed
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico e/ou Farmacêutico.
Foto: 
ShutterStock