Mais do que uma questão estética

Cuidados a ter com a sua pele

Cuidar da pele é mais do que um acto de estética. É importante mantê-la limpa e saudável para que possa cumprir com as funções de protecção do nosso organismo.

Publireportagem

A pele é o maior órgão do corpo humano e, tal como os outros órgãos, precisa de cuidados de saúde que vão para além de meras questões de estética. Constitui a barreira protectora entre o meio ambiente e o nosso corpo, exercendo funções como a regulação térmica, a defesa orgânica, o controlo do fluxo sanguíneo, passando pela protecção contra os agentes do meio ambiente, para além das funções sensoriais (calor, frio, pressão, dor e tacto). É, portanto, vital à sobrevivência do homem no ambiente envolvente, tornando-se impreterível cuidar bem dela. 

Tipos de pele
Existem diferentes tipos de pele, pelo que se torna importante conhecer o seu para tomar a decisão acertada na hora de escolher os cuidados específicos adequados às necessidades.

Assim, conhecer o seu tipo de pele é fundamental para conseguir tomar a decisão acertada ao escolher os cuidados específicos de acordo com as necessidades da sua pele.

Os seus genes são os maiores responsáveis pelo seu tipo de pele, embora outras questões interfiram para que a sua pele seja mais seca ou mais oleosa. A alimentação, a qualidade dos produtos cosméticos que usa, o nível de stress, a toma ou não de medicamentos, se é ou não fumadora, etc. são factores que também interferem no seu tipo de pele.

Habitualmente o tipo de pele é determinado pelo equilíbrio/desequilíbrio hidrolipídico, pelo que é possível classificar a pele humana nas seguintes categorias:

  • Pele Normal
  • Pele Seca
  • Pele Oleosa
  • Pele Mista
  • Pele Sensível
  • Pele Desidratada
  • Pele Envelhecida

Cuidados a ter
Ter uma pele cuidada e saudável exige o estabelecimento de uma rotina. Convém encontrar uma que seja própria para o seu rosto e se adapte ao seu estilo de vida.

Contudo, regra geral deve ter em conta os seguintes cuidados:

  1. Limpar sempre a pele, com um produto adequado, antes de aplicar qualquer creme;
  2. Remover a maquilhagem com um produto criado para o efeito;
  3. Proteger a pele do sol, usando protector solar com factor de protecção adaptado à cor da sua pele e tendo em conta o tempo de exposição solar;
  4. Fazer uma limpeza de pele profunda por um especialista, pelo menos uma vez por ano, de modo a desobstruir os poros, libertando-os de impurezas, poluição e pontos negros, e permitindo uma melhor oxigenação dos tecidos.

Para manter a pele limpa e hidratada, a sua rotina deverá incluir limpeza, esfoliação e hidratação.

  • A limpeza da pele deve realizar-se duas vezes por dia (manhã e noite);
  • Use um produto que se adapte ao seu tipo de pele;
  • O tónico usa-se como complemento da limpeza. Tem como finalidade remover o excesso de produto de limpeza usado e outras impurezas, suavizando a pele e preparando-a para uma correcta hidratação;
  • A esfoliação faz-se, regra geral, uma vez por semana. Tem como objectivo remover as células de pele morta e estimular a renovação celular. Peles muito oleosas e mais resistentes podem usar esfoliante duas a três vezes por semana;
  • Depois de limpa e tonificada, a pele tem de ser hidratada. Deverá escolher um hidratante com uma fórmula que se adapte ao seu tipo de pele, e de preferência com protecção solar, de modo a evitar o envelhecimento precoce provocado pelos raios solares. Uma pele desidratada apresenta-se mais áspera, menos elástica e com um aspecto mais envelhecido.

Produtos Decubal
Os produtos Decubal são vendidos nas farmácias portuguesas há mais de 25 anos e foram desenvolvidos em estreita parceira com dermatologistas dinamarqueses que sentiram a necessidade de dar aos seus doentes produtos de alta qualidade para o tratamento de problemas de pele.

Ao longo dos últimos anos, Decubal viu a sua gama aumentar substancialmente, fazendo face às necessidades de uma população cada vez maior, com pele seca e sensível. Por isso, os produtos  Decubal não contêm perfume, diminuindo o risco de alergia e permitindo a sua utilização por toda a família bem como em cuidados profissionais em instituições de saúde.

Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico e/ou Farmacêutico.
Foto: 
ShutterStock