Razões para evitar

Consumo excessivo de açúcar

O consumo de açúcar está ligado a muitos problemas de saúde. No entanto, na alimentação diária, o açúcar é extremamente difícil de evitar, pois pode ser encontrado em quase tudo o que comemos. O açúcar é um dos aditivos alimentares mais comuns para melhorar o sabor dos alimentos e bebidas e prolongar a validade de produtos alimentares processados.
Consumo açúcar

Uma lata de refrigerante comum contém cerca de 39g de açúcar, o que representa cerca de 10 colheres de chá de açúcar. Além dos doces, bolos, gelados e biscoitos, o açúcar existe também em quase todos os alimentos pré-embalados, enlatados e condimentos. Nos rótulos dos produtos pode encontrar o açúcar “disfarçado” com diferentes termos, como por exemplo: xarope de milho de alta frutose, frutose, sacarose, açúcar de cana, xarope de arroz, sorbitol, açúcar invertido, açúcar mascavado, xilitol, manitol, etc.

O açúcar fornece calorias extras, mas sem os nutrientes vitais - vitaminas, minerais, proteínas, ou fibras. Consumir muito açúcar pode provocar desequilíbrios metabólicos que levam à obesidade, hipertensão arterial, depressão, dores de cabeça, fadiga, diabetes, acne, acidente vascular cerebral e muitos outros problemas de saúde.

Apresentamos-lhe aqui algumas das razões pelas quais deve evitar o consumo de açúcar.

1.Inibe o sistema imunitário
O consumo excessivo de açúcar reduz a capacidade de combate dos glóbulos brancos às bactérias, o que irá resultar numa incapacidade do organismo na resistência a doenças infecciosas. O sistema imunitário é a nossa primeira linha de defesa contra tudo, desde doenças menores, como uma constipação ou gripe, para doenças potencialmente fatais como o cancro. Não é possível ser completamente saudável, se o sistema imunitário estiver comprometido.

2.Agrava a asma e alergias
Incluir açúcar na sua alimentação é um factor que contribui para o desenvolvimento de asma. Crianças que consomem grandes quantidades de açúcar diariamente, têm mais problemas nas vias respiratórias. O açúcar em excesso pode também resultar em reacções alérgicas, tais como eczema, sinusite e asma.

3.Aumenta o risco de Alzheimer
O açúcar e outros hidratos de carbono podem perturbar a sua função cerebral. A longo prazo, o açúcar pode contribuir para uma redução do hipocampo levando ao aparecimento da doença de Alzheimer.

4.Aumenta a hiperactividade e causa diminuição do desempenho e aprendizagem nas crianças
Sendo uma fonte de energia, entra na corrente sanguínea rapidamente após a sua ingestão, provocando uma descarga de adrenalina. Esta descarga de adrenalina, pode muitas vezes levar a um comportamento hiperactivo nas crianças, resultando numa diminuição do desempenho e aprendizagem.

5.Afecta a visão e pode provocar miopia
O consumo excessivo de açúcar é a principal causa da miopia em crianças. As dietas modernas ricas em açúcar e amidos refinados estimula a produção de um composto semelhante à insulina 1 (IGF-1). Demasiado IGF-1 estimula o crescimento em excesso do globo ocular durante o seu desenvolvimento. Isto afecta o desenvolvimento do globo ocular, tornando-se anormalmente longo, um defeito característico da miopia.

6.Alimenta as células cancerígenas
As células cancerígenas dependem fortemente de açúcar ou glicose para a produção de energia. Uma vez que as células cancerígenas existam no corpo, dependem do consumo constante de glicose para o fornecimento de energia. Assim, reduzindo o consumo de açúcar e hidratos de carbono, a proliferação de células do tumor pode abrandar, parar e ser invertida.

7.Afecta os ossos e dentes
O açúcar promove as cáries e a osteoporose. Não é apenas a viscosidade do açúcar que faz com que as bactérias destruam o esmalte. O seu consumo provoca variações de açúcar no sangue influenciando os índices de cálcio e fósforo. O fósforo é um mineral que é importante para facilitar a absorção de cálcio, logo o excesso de açúcar inibe a absorção de cálcio.

Prolongadas alterações de açúcar no sangue irão fazer com que o organismo retire o cálcio que necessita dos ossos e dos dentes, causando cáries dentárias e perda de massa óssea.

8.Problemas cardíacos
O consumo de açúcar aumenta o risco de morte por doença cardíaca. Pessoas que consumam cerca de 15% das suas calorias diárias através do açúcar, têm um risco maior de morrer de doença cardíaca.

9.Aumenta o risco de diabetes tipo 2
A ingestão de açúcar pode ser directamente ligada à diabetes. Dados sobre a disponibilidade de açúcar e a taxa de diabetes, reunidos ao longo de 10 anos num total de 175 países, mostra que a taxa de diabetes aumentou quando a população estava exposta ao excesso de açúcar, e diminuiu quando o consumo de açúcar caiu.

10.Provoca envelhecimento prematuro
Além de o colocar em elevado risco de muitas doenças degenerativas e crónicas, uma alimentação rica em açúcar também faz com que a pele envelheça. O açúcar também desactiva as enzimas antioxidantes naturais do seu corpo, deixando-o mais vulnerável a danos do sol - a principal causa do envelhecimento da pele.

Fonte: 
7-sensations.com
Nota: 
As informações e conselhos disponibilizados no Atlas da Saúde não substituem o parecer/opinião do seu Médico, Enfermeiro e/ou Farmacêutico.
Foto: 
ShutterStock